• Feed RSS

Pages

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011


1 Template FREE para Wordpress


O site Mojo Themes, especializado em templates premium para Wordpress, de vez em quando lança algumas de suas belas templates para download grátis. Em dezembro, o site disponibilizou o elegante tema Modest:



O tema tem as seguintes características:

- Compatível com sistema de menus do Wordpress 3.0;
- Painel de opções configurável;
- Logo do site configurável;
- Permite inserir Favicon;
- Integração com Twitter, bastando informar o nome de usuário do Twitter no painel de controle;
- Integração com Google Analytics;
- Sidebar e rodapé prontos para receber Widgets;
- Postagens destacadas com imagens;
- Breadcrumbs;
- Design "clean";
- Otimizado para SEO.

Se você está procurando uma template bonita, com vários recursos e ainda por cima GRÁTIS, aproveite a oportunidade.

Demo

Download da Template

terça-feira, 18 de janeiro de 2011


1 Como escolher o assunto ao criar um blog


Esse é o primeiro artigo de uma série dedicada a cobrir, passo a passo, as etapas de criação de um blog. Iremos falar sobre design, escolha de domínio, conteúdo, plugins, páginas, interação com os leitores, monetização, publicidade, estatísticas e muito mais.
Pra começar, vamos discutir sobre um tópico que recebe menos importância do que os aspectos técnicos da criação, embora seja mais crítico do que muitos deles: o ASSUNTO do seu novo blog.

Poderia – e talvez fosse esteticamente mais bonito – chamar de “tema” ao invés de “assunto”, mas optei pela segunda opção para evitar confusão com o modelo do blog, que chamarei de templatemas que é designado por ”tema” em diversas publicações.

Vou apontar, em ordem de importância, os aspectos que devem ser levados em conta ao escolher o assunto do seu blog. Claro, essa é uma opinião pessoal, baseada na experiência de alguns anos como blogueiro e da leitura e acompanhamento de muitos blogs:

PAIXÃO 

É, pra mim, o ponto principal. Ao escolher o assunto do seu blog, mesmo que não tenha em mente onde quer chegar com ele nem tenha feito qualquer planejamento, pense no que você AMA. Pode ser um hobby, o seu campo profissional ou coisa que o valha. Não comece um blog escrevendo sobre algo que não lhe traz verdadeira paixão. Muitos blogueiros iniciam sua história na internet escolhendo um assunto que está na moda, ou que trouxe retorno financeiro para alguém, mas pelo qual não têm qualquer afinidade. Esse é um erro grosseiro, que inevitavelmentelevará seu blog à morte em pouco tempo.
Acredite, um blog sobre um assunto que você não adora não irá durar mais do que alguns meses, se chegar a tanto. Na primeira crise de criatividade, na primeira queda dos comentários, na primeira falta de tempo… você irá abandoná-lo para nunca mais voltar, ainda que internamente tente se convencer que está apenas “dando um tempo”.

Dica: se possível – e obviamente, se existirem – escolha quatro ou cinco assuntos pelos quais é apaixonado e vá filtrando com os próximos critérios. Penso que é pouco provável que você não tenha ao menos uma paixão para escolher, mas se for esse o caso… pare por aqui mesmo. Adaptando uma conhecida frase, quando se fala em criar um blog, “sem paixão não há solução“.

CONHECIMENTO 

Vencido o critério “paixão”, você precisa de um assunto que domine à exaustão – ou quase. Provavelmente, já deve dominar bastante os assuntos pelos quais é apaixonado, embora essa não seja uma regra. Também é certo que mesmo que seja “doutor” no que escolheu, ainda venha a aprender bastante através da interação com seus leitores (trataremos desse aspecto em artigos futuros).
Se porventura você tem uma paixão que ainda não domina, a hora é essa. Estude, pesquise, se aprofunde. Não comece um blog conhecendo menos sobre o assunto principal do que a maior parte de seus leitores. Nesse caso, você publicará apenas artigos superficiais e não contribuirá para a discussão.
Já domina o(s) assunto(s) que escolheu? Sua lista de possíveis assuntos dever ter agora uns três “candidatos”. Vamos ao próximo passo – a concorrência.

CONCORRÊNCIA 

Aqui, leve em consideração quais são seus objetivos com o novo blog. Quer ganhar dinheiro? Ficar famoso? Ou só disseminar seu conhecimento? Publiquei uma lista com os cinco principais motivosque levam as pessoas a criar um blog. Dê uma olhada e veja onde se encaixa.
Caso sua motivação seja outra que não ganhar dinheiro ou ficar famoso, a concorrência pouco importa. No entanto, caso almeje algum retorno financeiro, pesquise outros blogs do mesmo nicho que o seu, avaliando se ainda há espaço para mais um. Lembre-se que seus concorrentes devem estar há um bom tempo no mercado – os blogs já se popularizaram há anos e praticamente nenhum assunto está livre de concorrência acirrada – e devem, portanto, ter bastante material publicado. Você conseguirá contribuir com novidades? Ou se limitará a repetir o que a concorrência já escreveu?
Se entende que pode ser melhor que a concorrência e, principalmente, se pode apresentar material inédito, vá em frente! Analise seus “candidatos” a assunto e vejam quantos resistem a mais esse filtro. E passe a pensar no público que pretende atingir, lendo o próximo item da lista.

PÚBLICO 

Muito bem, espero que agora você tenha um ou dois possíveis assuntos para seu novo blog. Então, responda à seguinte pergunta: há público para o(s) assunto(s) que pretende abordar? Suponha que sua grande paixão é estudar o comportamento das centopeias de peito rosado no inverno. Alpem disso, cocê conhece tudo sobre o assunto e não há sequer UM único blog no mundo que trata do mesmo assunto. Parece perfeito, não? Mas… há alguém que vai ler seu blog? Você vai escrever pra quem?

Dica: para indicar o possível público de um blog use aferramenta de palavras-chave do Google. Em outro artigo, falarei sobre ela em mais detalhes, mas por agora basta que você saiba que deve digitar as palavras-chave que pretende utilizar no seu blog e clicar em “pesquisar”. O resultado mostra a quantidade de pesquisas mensais realizadas com esses termos e também a possível concorrência (veja o item anterior dessa lista).
Um blog sobrevive muito em função da comunidade que consegue criar ao seu redor. Escrever sobre um assunto que não interessa um único ser humano definitivamente não é uma boa ideia, melhor pensar em outra coisa para fazer. Se passou por esse filtro, vamos ao derradeiro: sua disponibilidade!

DISPONIBILIDADE 

Se chegou até aqui, parabéns! Você está perto de escolher o assunto para seu blog. Só falta um pequeno detalhe pessoal: você possui tempo para escrever sobre o assunto? Qual a periodicidade de publicação que seu nicho exige? Lembre-se que um blog sobre tecnologia, por exemplo, deverá ter postagens quase diárias e ser constantemente atualizado. Outro, sobre astronomia, por exemplo, poderá ter publicações mais espaçadas e complexas. Vamos voltar a esse assunto no futuro, não se preocupe. Por ora, avalie o tempo que pretende – ou pode – dedicar ao blog.

Qual sua disponibilidade? Pode escrever todos os dias ou mesmo escrever uma série de artigos que sejam agendados para publicação diária? Ou apenas uma vez por semana? Isso pode ajudá-lo a definir o assunto. Entenda ainda que, independente da periodicidade necessária, uma vez definida ela deve ser mantida. Isso fideliza e deixa mais confortável o leitor. Nada pior do que um blog que começa com duas postagens diárias, depois passa para uma a cada dois dias para finalmente ter apenas um artigo mensal.

A ESCOLHA 

Chegamos ao fim desse artigo. Espero que nesse ponto você já tenha um assunto escolhido com base nos filtros que apresentei. Caso nenhum “candidato” tenha sobrevivido, releia o texto sendo um pouco menos rigoroso. Faça o contrário caso muitos assuntos ainda estejam vivos. Caso sejam apenas dois, por que não cria DOIS blogs? Fica a sugestão.

JÁ ESCOLHI O ASSUNTO DO MEU NOVO BLOG. E AGORA? 

O próximo passo provavelmente seja escolher a plataforma a ser utilizada. Blogger ou WordPress? Qual a melhor escolha? No próximo texto dessa série, trataremos desse tópico, não perca.

Você concorda com os filtros que eu mencionei? Lembra de mais algum? Por favor, escreva sua opinião/experiência nos comentários e nos ajude a melhorar o conteúdo desse blog. Suas dúvidas, críticas e sugestões também são sempre bem-vindas!

1 Cinco motivos para criar um blog



O foco de um blog é - ou deve ser - sempre “criar uma comunidade de pessoas interessadas no tema, oferecendo desde dicas e macetes para iniciantes no assunto até discussões de interesse dos mais experientes”.

Sendo assim, vou apontar nesse artigo cinco motivos que levam as pessoas a criar um blog. No mínimo, pode servir como incentivo para você fazer seu primeiro blog, se é que ainda não o fez.

1) Ter um passatempo: algumas pessoas iniciam um blog como um hobby, apenas para ter alguma ocupação em seus momentos livres. Assim, não se preocupam – nem devem se preocupar – com a frequência ou tamanho das postagens nem com a participação dos leitores ou a formação de comunidades. Esse tipo de blog pode ser criado gratuitamente no Blogger, não requerendo o registro de domínios ou a contratação de hospedagem. Se você que iniciar um excelente passatempo, vá em frente e CRIE UM BLOG!

2) Ficar famoso: esse objetivo é mais complicado de ser atingido, mas ainda assim possível. Se você domina bastante um determinado assunto, escreve bem, tem perseverança e organização, CRIE UM BLOG! Ele pode ser o caminho que vai levá-lo à fama e notoriedade;

3) Divulgar conhecimento: um pensamento mais altruísta pode levar pessoas que dominam profundamente algum tema a querer compartilhar seu conhecimento com o mundo. Com as tecnologias de informação e comunicação evoluindo a cada dia, um bom conselho para quem possui esse objetivo é óbvio: CRIE UM BLOG!

4) Divulgar empresa ou negócio: Se a sua empresa está caída, com pouca visibilidade e você gostaria de divulgá-la para milhões de pessoas todos os dias, não hesite: CRIE UM BLOG!

5) Ganhar dinheiro: Aqui, o grande motivo. A grande maioria das pessoas que começa um blog sonha em fazer dinheiro com a internet. Fácil? Não, ao contrário. Essa é uma discussão extensa, mas desde já posso adiantar que alcançar esse objetivo depende de uma série de fatores, que não se limitam a dominar um assunto ou escrever com perfeição e frequência invejáveis. De qualquer forma, muita gente consegue receber algum pagamento por blogar, então se é isso que deseja, vá em frente: CRIE UM BLOG!

Seja qual for seu motivo, é importante tê-lo em mente desde o início. Embora os objetivos do seu blog possam ser alterados com o tempo, a maior causa do fracasso e morte de blogs é a falta de planejamento, o que provoca desânimo e faz os blogueiros desistirem de manter o trabalho.

E você, concorda com esses motivos? Sugere algum outro? Deixe sua opinião nos comentários do blog.

Nos próximos artigos, vou apresentar um “passo-a-passo” para criação de um blog, cobrindo aspectos que vão desde a escolha do tema até a publicação, passando pela escolha do template, criação do domínio, hospedagem etc. Não perca!